Gostaria da resposta da questão 4B da prova de Português FUVEST 2017, segunda fase (reescrita). Qual seria a explicação sintática? | Letras | Profes

Crie sua conta gratuitamente

Quero me cadastrar como aluno


ou

Nome:
Sobrenome:
E-mail:
Senha:
Ao me cadastrar, confirmo que li e concordo com os Termos de Uso.


Quero me cadastrar como professor

Anunciando suas aulas particulares no Profes você tem acesso a alunos de todo Brasil. Entenda como funciona

Gostaria da resposta da questão 4B da prova de Português FUVEST 2017, segunda fase (reescrita). Qual seria a explicação sintática?

É menor pecado elogiar um mau livro, sem lê-lo, do que depois de o haver lido. Por isso, agradeço imediatamente depois de receber o volume. (Carlos Drummond de Andrade, Passeios na ilha.)

b) Levando em conta o contexto, reescreva duas vezes o trecho “sem lê-lo”, substituindo “sem” por “sem que”,
na primeira vez, e por “mesmo não”, na segunda.

Maria C. Nunes perguntou há 1 semana Letras
3
Melhor resposta Professora Érica Freitas
há 1 semana

Olá, Maria.



A reescrita a partir das expressões indicadas na questão 4B seria:

I - "É menor pecado elogiar um mau livro, sem que o tenha lido, do que depois de o haver lido" ou "É menor pecado elogiar um mau livro, sem que o leia, do que depois de o haver lido." 

II - "É menor pecado elogiar um mau livro, mesmo não o lendo, do que depois de o haver lido."

Há duas transformações em cada frase.

Na I - há duas opções: 1a. a oração subordinada adverbial condicional reduzida de infinitivo (sem = se não) é transformada em desenvolvida, com a troca do verbo no infinitivo para o pretérito perfeito composto do subjuntivo. Além disso, a colocação pronominal original enclítica altera-se para proclítica, com o pronome oblíquo átono colocado antes do verbo composto (visto que não se pode colocá-lo após o particípio e também por haver uma locução conjuntiva antes do verbo). 2a. a oração subordinada adverbial condicional reduzida de infinitivo (sem = se não) é transformada em desenvolvida, com a troca do verbo no infinitivo para o presente do subjuntivo. Além disso, a colocação pronominal original enclítica altera-se para proclítica, com o pronome oblíquo átono colocado antes do verbo, por haver uma conjunção antes.


 


Na II - a oração subordinada adverbial condicional reduzida de infinitivo é transformada em oração subordinada adverbial concessiva reduzida de gerúndio, alterando-lhe a semântica (sentido - de condição para concessão) e sendo obrigatório o acréscimo do advérbio "não" para permanecer um dos sentidos de "sem" (se não). Também ocorre troca da colocação pronominal (de ênclise para próclise), porém devido à existência do advérbio "não" antes do verbo.

Espero tê-la ajudado.

Érica


 


Maria C., boa tarde.


Seria:


A) "É menor pecado elogiar um mau livro, sem que o tenha lido, do que depois de o haver lido."

Ou

B) "É menor pecado elogiar um mau livro, mesmo não o tendo lido, do que depois de o haver lido."


No enunciado, note que "sem lê-lo" é uma oração subordinada adverbial condicional reduzida de infinitivo. Em "A", o enunciado pede para você desenvolvê-la, então você deve adicionar a conjunção que, e conjugar o verbo, de forma adequada ao contexto. 


Já em "B", o enunciado sugere que você troque a circunstância, transformando o que era uma oração subordinada adverbial condicional reduzida de infinitivo em uma oração subordinada adverbial concessiva, agora reduzida de gerúndio.


O exercício quer avaliar a habilidade em reformular frases sem mudanças de sentido, e mudanças de circunstâncias, bem como o uso adequado de tempos compostos (tenha lido/ tendo lido). Quer observar também o uso da próclise, a qual, em A deve ser usado em virtude da conjunção, e em B, em virtude do advérbio de negação.


Espero ter ajudado. Qualquer dúvida, é só perguntar! 


 

"É menor pecado elogiar um mau livro, sem que o tenha lido, do que depois de o haver lido. Por isso, agradeço imediatamente depois de receber o volume."

"É menor pecado elogiar um mau livro, mesmo que não o tenha lido, do que depois de o haver lido. Por isso, agradeço imediatamente depois de receber o volume."

Ao fazer ambas as mudanças o indivíduo estará sinalizando que sabe utilizar a linguagem formal corretamente através do pronome oblíquo "o" que retoma o "livro". Nesses casos temos uma próclise mediante conjunção subordinativa "que".
Entenda como o Profes funciona

Ranking do mês
Foto de Érica de Freitas
Érica Freitas
3 melhores respostas
Foto de Marcos Fattibene
Marcos Fattibene
2 melhores respostas
Foto de valter joaquim
valter joaquim
2 melhores respostas
Foto de Andressa Abreu da Silva
Andressa A. Silva
1 melhores respostas
Foto de Wellington Cássio Pinheiro
Wellington C. Pinheiro
1 melhores respostas